Piso Epóxi

06:25

Na hora de construir e reformar uma das maiores preocupações, tanto para residências quanto para comerciantes, é o piso e que material será usado nele. No mercado hoje existem muitos tipos diferentes de materiais modernos, de fácil aplicação, versáteis e de acabamento impecável.

O piso epóxi é um desses materiais largamente utilizados em construções, principalmente nas comerciais como garagens, indústrias, aeroportos e hospitais devidos a algumas vantagens que ele possui contra outras matérias-primas que estão no mercado.

Conheça um pouco mais sobre esse material, suas vantagens e desvantagens e aplicação para ter certeza se esse é o piso ideal para seu empreendimento.

O material e sua história

O epóxi é um tipo de resina, um plástico termofixo que se endurece quando misturado com um catalisador. As primeiras tentativas de se produzir esse material aconteceram por volta de 1927 nos Estados Unidos.

A primeira vez em que este tipo de resina foi sintetizada com sucesso foi em 1936 pelo Doutor Pierre Castan, da Suiça, e o Doutor S. O. Greenlee, norte-americano. A exploração comercial desse produto se deu em 1938, tendo alguns problemas durante a Segunda Guerra Mundial devido à falta de matéria-prima.

O produto foi licenciado nessa época pela empresa Ciba-Geigy, que foi uma das três maiores produtoras dessa resina e encerrou suas atividades em meados dos anos 90. Hoje diversas empresas produzem esse tipo de material como a Dow Química, Huntsman, Momentive e Nan-Ya.

No Brasil encontramos produtos importados de quase todas as partes do globo como Estados Unidos, China, Coreia, Itália, entre outros.

Tipos de Epóxi

A resina Epóxi possui diferentes formas de aplicação que se diferenciam pelo nivelamento do piso até pelo acabamento final. São cinco tipos de pisos feitos com resina Epóxi:

1-Espatulado: Essa é uma mistura entre epóxi e quartzo, o que dá alta resistência mecânica e à abrasão, ótima para indústrias. Ela também é ideal para regularizar pisos desgastados.

2-Multinível: Esse é ideal para pisos totalmente desnivelados, pois ela aguenta diversas camadas seguidas de resina e quartzo aspergido com ela ainda líquida, o que aumenta a espessura.

3-Autonivelante: Esse é o que tem melhor acabamento visual. É feito com resina pura, sem o quartzo e possui uma espessura de 1 a 5mm.

4-Pintura Epóxi: Pode ser lisa ou antiderrapante e possui várias opções de cores. Mas exige um estado de conservação boa do piso para ser aplicada.

5-Poliuretano: Esse tem um acabamento suave e é resistente aos raios UV, sendo indicada também para ambientes externos.

Vantagens e desvantagens

O piso Epóxi tem muitas vantagens e algumas desvantagens para sua aplicação. Como esse é um material monolítico, ele não possui juntas, facilitando a limpeza. Esse é um piso impermeável e dificulta a proliferação de microrganismos, não acumula pó nem sujeira e tem boa durabilidade.

Esse é um material muito versátil, sendo de fácil e rápida instalação, pois não precisa de maquinário e é aplicável em vários tipos de piso e com alta resistência química e mecânica.
Além de tudo isso, tem um acabamento brilhante e possibilita diversas cores e padrões de decoração.

Como nem tudo é perfeito, esse material também tem algumas desvantagens. Ele exige manutenção constante, ainda mais devido a facilidade com que ele risca e pode ser manchado.

Seu custo também é mais alto que outros materiais derivados do cimento, chegando a custar 180 reais por metro quadrado, sendo que algumas empresas exigem o mínimo 100 metros quadrados para instalação.

Com essas informações fica muito mais fácil decidir se esse é, ou não, o material ideal de piso para seu próximo empreendimento.

http://mundodospisos.com/


You Might Also Like

1 comentários

  1. Heya i am for the first time here. I found this board and I find It truly useful & it helped me out much. I hope to give something back and aid others like you helped me. capitalone.com

    ResponderExcluir

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images